Aquela velha amizade


Confesso que pensei, pensei e ainda não sei um título bom para colocar neste post. Seja como for, vamos lá. Você já teve uma amizade muito próxima e hoje em dia mal se falam? apesar do efeito que o tempo trás, ainda estranho relações tão íntimas se desfazerem assim. Quando aconteceu comigo senti muita falta, contextos a parte, no início havia uma tentativa de aproximação, mas conforme manda o mandamento do tempo, uma hora não se sente tanto mais, o que ainda é um pouco estranho.

Hoje há uma certa convivência. Mas e aquele velho lance de que amizade verdadeira resiste ao tempo, apesar dos pesares, ainda creio nisso, existem casos assim, até comigo. E são incríveis, claro que os assuntos parecem ficar escassos mais rapidamente, a interação não é a mesma, a intimidade muda, não fica tudo ali como antes, como que parado no tempo, mas existe. O sentimento mesmo que diferente permanece. 

Mas imagine agora que você está vivendo o presente, o exato momento em que isso acontece, o distanciamento parece esta ali, bem no meio de vocês. É possível evitar, correr atrás, abrir mão do ego e tentar manter a amizade de anos? talvez. Acredito que nas relações de amizade, e de forma geral, vale a pena fazer tudo isso, acho que você realmente que se importa, vale.

Algumas situações não acontecem assim, aliás, não são retribuída da mesma forma. O que, particularmente, me causa uma uma certa tristeza. Algumas fatos que não merecem nem ser citados estão me fazendo passar exatamente por isso, e não é que eu preveja que nunca mais vamos nos falar, mas alguma atitudes fazem mal sabe, a sensação que deixa é que não fazia diferença, é que não era tão essencial o quão deveria ser.

Eu acho amizade uma das coisas mais importantes da vida, deveriam ser cuidadas ao extremo. Tem gente que valoriza mais os romances, eu acho que eles ainda deveriam ficar em segundo plano quando o assunto é amizade de infância. Opiniões a parte, o fato principal no texto é citar algumas coisas ruins que rolam no meio, e o pior, a falta de interesse em reverter o quadro. E não, não é julgamento, é a percepção que fica quando o outro lado não faz nada para mudar essa imagem. É aquele meu velho conselho que resolve isso, deixa estar que tudo volta ao seu lugar. De uma forma, ou de outra. 

Sua Lola.



Share:

0 comentários