E essa vontade de você, como resolve?


Acho que não resolve. Acho que está mais difícil do que eu imaginava. Queria mesmo, meeesmo, não te querer assim. Mas minha vontade é de te beijar e abraçar. Completa burrice minha querer algo não recíproco. Completa lucidez ter consciência disso. 

Ao menos ainda me resta o bom senso, aliás, a mínima noção da realidade. Mas eu queria não te querer como quero, queria mesmo. Como você fez? Talvez nunca tenha tido isso, por isso foi tão fácil. Burrice minha ainda querer, volto a repetir. A vontade podia inibir, ou atrair. Não sei. 

É normal ainda sentir um aperto quando te vejo?! É burrice, certo, não precisa repetir, apesar de ainda querer eu sei disso. Mas afinal como resolver essa vontade de você? Não resolve, sinto lhe informar, cara autora. Ou você esquece e ignora, ou ignorar e continua inibindo isso, segundo opção, claro, afinal sejamos sinceros quanto a realidade. 

Ainda bem que você nunca vai ler o que escrevo, imagina o desastre você parar aqui, se quis sair da minha vida, que dirá se lesse "meu coração", seria muita confusão, você nunca ia entender. Ou ia se assustar e tudo ia ficar pior. 

Nem sempre estou como escrevo, na maioria das vezes faço isso no auge de um sentimento momentâneo, o que faz tudo ficar mais dramatizado ou desesperado, como alguns amigos leitores falam. Acho que faço é assustar ao invés de encantar com isso. Será que mais ninguém passa por essas coisas? a diferença é que eu publico - talvez não devesse, certo, mas. 


Share:

0 comentários