A reciprocidade


O amor recíproco me assusta. Talvez por eu ter me acostumado com a rejeição, eu ache estranho dizer pra um cara que eu gosto dele e ele corresponder positivamente. Você disse que também gostava de mim e eu fiquei sem saber o que dizer. Porque no fundo, não era isso que eu esperava. Porque no fundo nós sempre estamos fadados a esperar pelo pior. O concurso que não vai passar, a vaga que não vai preencher, a conta que não vai conseguir pagar, o ingresso que vai esgotar.

Eu esperava que você fosse desistir, mas não desistiu. Ou talvez fugir, correr, se esconder de nós, mas também não fez. E eu agora penso em como as coisas as vezes dão certo de uma maneira engraçada. Eu nem esperava você chegar e você chegou. Eu não esperava gostar disso, mas eu gostei. E eu sei que existem milhares, milhões ou centenas de pessoas no mundo inteiro que também querem sentir o que eu estou sentindo. E eu também sei que existem milhares, milhões ou centenas de pessoas que sentem o que eu sinto e elas me entenderiam se eu dissesse que estou morrendo de medo.

A reciprocidade me assusta. Você acha que lidar com a rejeição é difícil mas lidar com alguém que sabe dos seus defeitos, loucuras e manias e mesmo assim te aceitar, literalmente do jeito que você é, é apavorante. Mesmo que você não saiba aceitar elogios, use roupas fora de moda e escute cantores antigos que não são bem vistos para uma sociedade cult e hipster. Nós não devíamos ter medo de sermos gostados. Nós não devíamos aceitar menos do que merecemos ou acordar de manhã e pensar que você nunca vai se encaixar.

Em algum lugar você irá se encontrar. Todo mundo nasceu com um propósito. As vezes o propósito de alguém é ser filho da puta. O de outro é ser jogador de futebol ou um grande máster chef. Não há como prever como serão as coisas. Acontecerá daqui cinco ou dez anos. Mas eu sei que eu estou exatamente onde eu deveria estar. Trabalhando onde eu trabalho, estudando onde eu estudo, gostando de quem eu gosto.

Isso é o bonito da vida. Saber quem você é, mesmo que você se ache um zé ninguém. Eu me achei. Em você... Até mais e muito obrigada pela reciprocidade.

Maggie

Share:

0 comentários