Uma carta para o ficante

Resultado de imagem para menina apaixonada tumblr

Não posso ser só um passa tempo dessa vez. Já tentei fazer esse papel, não deu certo. Eu sou mais apego do que o limite que essas relações permitem, e ter que fingir o contrário é sufocante. Gosto das coisas simples que as relações mais fortes proporcionam sem culpa e medo. 

Eu não quero ser sua opção emergencial numa noite sem amigos ou de casa vazia. Não que os momentos sejam ruins, muito pelo contrário. Mas eu sei que quero que isso seja um também, e não um único momento. Quero que sejam dias plurais, não singulares. 

Eu gosto de carinho inesperado. Brincar de tampar seus olhos como se fosse um bichinho. Dar um selinho singelo do nada, a qualquer hora e em qualquer lugar. Eu não quero um disfarce para falar contigo. Não quero ter que fingir que mal nos conhecemos. Não quero essa de brincar de ter que seguir um script em cada momento. Não quero ser só mais um lance. 

Sei também que não te quero por duas horas ou por uma noite. E olha, eu sou do tipo que tenta, que arrisca, mesmo com a chance de dar tudo errado, tenta. Mas dessa vez... Tenho a sensação dejavú a cada coisa que acontece. É como se cada momento fosse uma lembrança de algo passado.

Eu não quero ter que ponderar o que falar, ou fazer, por medo da sua reação ou o que você vai achar. Por medo do quão apegada posso parecer. Eu sei que isso tem um fim certo, tanto quanto uma equação matemática. Mais precisa impossível. E por isso eu não posso ser só mais uma, quando eu queria arriscar e ser mais que um simples momento ocasional.
Lola

Share:

0 comentários